Rua: São Francisco Xavier, 75 - Tijuca - Rio de Janeiro, RJ
21 2234-2094 ou 21 2234-2095 / paroquiasfxavier@yahoo.com.br

Dom Orani abençoa ônibus solidário do “Passaporte da Cidadania”

Um ônibus solidário vai ajudar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) a deixar o legado social que deseja. O projeto “Passaporte da Cidadania” tem o objetivo de atender crianças e adolescentes que precisam de ajuda, principalmente em relação à dependência química. A iniciativa será lançada nesta terça-feira, 2, às 19h30, na Praça Serzedelo Correia, em frente à Paróquia Nossa Senhora de Copacabana. O arcebispo do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Organizador Local da Jornada, Dom Orani João Tempesta, vai dar a bênção ao veículo.

Jovens que são considerados em “situação de risco” terão a oportunidade de ser resgatados através de educação, integração e amor. A meta do projeto é, ao longo de dois anos, atender 200 crianças e adolescentes pobres que vivem ou perambulam nas ruas, dando atenção especial para os casos relativos ao uso de drogas, principalmente o crack.

O ônibus itinerante começará o trabalho de resgate pelo bairro de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. A expectativa de permanência no bairro é de 30 dias, mas ainda não há tempo determinado. A organização vai avaliar de acordo com a necessidade dos jovens de cada região.

A equipe multidisciplinar responsável pelo trabalho é composta por cinco profissionais. O ônibus é dividido em três espaços: para filmes, jogos e leitura/acesso à internet; este último com dez computadores. Do lado de fora, haverá uma tenda para debate sobre assuntos relacionados à vida dos jovens.

“A Jornada Mundial da Juventude quer deixar um legado social, na questão da dependência química, nós estamos elaborando uma ação em rede para desenvolver uma ação complementar e eficaz. O ônibus entra como ferramenta pedagógica que seria a porta de entrada, em perspectiva do tratamento desses menores”, explica a assistente social e uma das organizadoras do projeto, Regina Leão.

O desenho da adesivagem do ônibus é uma caricatura de Ziraldo, que cedeu sua obra. Os parceiros são Secretaria Municipal da Ciência e Tecnologia, Mútua dos Magistrados, Loterj, Rio Inclui, Wilson Sons e entidades da Igreja, como Instituição São Martinho e Instituto AMAR.

As entidades serão responsáveis por buscar os menores nas ruas e levar para o ônibus, pois já fazem esse trabalho nas instituições de caridade.

Por Canção Nova, com Site Oficial JMJ 2013

Print This Post