Rua: São Francisco Xavier, 75 - Tijuca - Rio de Janeiro, RJ
21 2234-2094 ou 21 2234-2095 / paroquiasfxavier@yahoo.com.br

Primeira Homilia na Paróquia

11403461_1124282597587646_5608954327226758292_nO seminarista Fernando Henrique, na Solenidade dedicada a São Pedro e São Paulo (28/06), nos presenteou com um bela homilia na Missa das dez horas, celebrada pelo nosso pároco Pe. José Li Guozhong. Após a Missa, em conversa com a equipe do site, falou um pouco sobre seu chamado, seminário e sua indicação para estudar Teologia na Universidade de Navarra (Pamplona-ESP), onde concluiu com uma mensagem aos paroquianos.

O chamado: A minha historia vocacional, gosto de lembrar o momento, foi quando ingressei na crisma aqui na Paróquia São Francisco Xavier, minha comunidade de origem. A época tinha aproximadamente quinze anos e convidado a participar do curso, fiquei maravilhado, com vivacidade dos jovens, e alegria em testemunharem Jesus, pois não possuía uma vivência muito assídua, não era muito forte a minha fé. A partir do Curso, começou a surgir este chamado para seguir ao Senhor Jesus mais de perto, através do sacerdócio, e com discernimento espiritual, com muita oração, e orientação dos padres da paróquia: Pe. José Li, Pe. Jorge (hoje em outra paróquia) e do antigo seminarista, hoje Pe. Thiago Sardinha, que ainda me ajudam. Enfim, tudo foi rápido, onde no ano seguinte de minha crisma, iniciei o discernimento no Grupo Vocacional do Seminário São José. Fiquei lá e fui aprovado, e no outro ano, ingressei no seminário propedêutico.

No seminário: No início foi um desafio, mudar de ambiente, mudar de rotina. Sempre é um grande desafio e ainda mais, conviver com pessoas de diferentes regiões daqui da cidade e com pessoas de idades diferentes, pois lá no seminário, isto é bonito de ver, têm pessoas mais jovens, como mais maduras, convivendo juntas, como irmãos de fato, construindo uma família mesmo, pessoas unidas pela mesma fé. E neste amor e nesta fraternidade é que fui crescendo e fortalecendo espiritualmente e academicamente, com os estudos de Filosofia, que já conclui e que foram muito proveitosos para o meu discernimento vocacional, com a vida fraterna, com a vida espiritual, com a rotina de oração. Tudo me fizeram aproximar mais na intimidade com o Senhor, foi ajudando e me fortalecendo para poder corresponder com o “Sim” a cada dia a este chamado.

Universidade de Navarra: Fui surpreendido com este chamado, não posso negar, não esperava, nem planejava algo do tipo, mas encarei como um serviço, estarei tendo esta oportunidade de ir lá, de aprender mais, não só no aspecto acadêmico da teologia, mas como o bom ensino de excelência, lá da Espanha, o aspecto cultural, novo idioma, isto vai me ajudar para servir melhor ao povo de Deus, a servir melhor a Arquidiocese do Rio, para qual irei voltar, pois não ficarei lá em definitivo, colocar tudo a disposição. Então, vou com este espírito de serviço.

Mensagem: Neste dia que celebramos a solenidade de São Pedro e São Paulo, colunas da Igreja, me faz lembrar que a nossa Fé, que tem de ser também como a fé de Pedro, que proclamou com intrepidez: “Tu és Cristo, o Filho de Deus vivo”. Este chamado vocacional, que não é só o sacerdócio, mas as diversas vocações que brotam do Espírito Santo: A vida matrimonial, vida consagrada, enfim, a nossa vida de fé, seja este constante anunciar, que Cristo é o Filho de Deus vivo. Não devemos desanimar, e não deixar esmorecer a fé. Esta é a mensagem que deixo. Esta motivação, a estarmos sempre firmes no caminho do Senhor.

Print This Post