Rua: São Francisco Xavier, 75 - Tijuca - Rio de Janeiro, RJ
21 2234-2094 ou 21 2234-2095 / paroquiasfxavier@yahoo.com.br
Destaques, Notícias Gerais › 10/11/2014

Dizer-se cristão e viver como pagão provoca escândalo

imagesCAATT5EA“Todo cristão, qualquer que seja a sua vocação, tem sempre que saber perdoar e nunca provocar escândalo, porque o escândalo destrói a fé”, disse nesta segunda-feira o papa Francisco em sua homilia na Casa Santa Marta.

Quando diz aos discípulos o que pensa de quem escandaliza os outros, especialmente os indefesos, Jesus adota uma imagem crua em vez de uma expressão adocicada: “É melhor ser jogado ao mar com uma pedra atada ao pescoço”. Ao comentar o evangelho de Lucas, Francisco destacou três palavras: escândalo, perdão e fé. “Ai de quem escandaliza”, afirma Cristo, enquanto São Paulo dá instruções precisas, em sua carta a Tito, sobre o estilo de vida que um sacerdote deve ter: não violento, sóbrio, irrepreensível; ou seja, o contrário do escândalo.

E isto, afirma o papa, vale para todos os cristãos. “O escândalo é professar um estilo de vida, ‘sou cristão’, e viver como pagão, que não crê em nada”. Isto escandaliza porque “falta o testemunho”.

Quando um cristão ou uma cristã que vai à igreja não vive coerentemente, escandaliza. “Quantas vezes ouvimos dizer: ‘Eu não vou à igreja porque é melhor ser honesto e não fazer como este ou aquela que vão à igreja e depois fazem isto, isso e isso…’. O escândalo destrói, destrói a fé! Jesus fala com firmeza: ‘Tenham cuidado, tenham cuidado!’. E nos fará bem repetir isto hoje, porque todos nós somos capazes de causar escândalo”.

Em igual medida, todos também temos que saber perdoar. E perdoar “sempre”, insiste o papa, ecoando as palavras de Cristo, que nos convida a perdoar “sete vezes setenta” se aquele que nos fez o mal nos pedir perdão arrependido. Jesus, observa o papa Francisco, “exagera para nos fazer entender a importância do perdão”, já que “um cristão que não é capaz de perdoar escandaliza; não é cristão”.

“Temos que perdoar porque somos perdoados. Isso está no pai-nosso. Jesus nos ensinou. A lógica humana não entende isto. A lógica humana nos leva a não perdoar, à vingança, ao ódio, à divisão. Quantas famílias divididas por não se perdoarem! Quantas famílias! Filhos afastados dos pais, marido e mulher afastados… E é muito importante pensar nisto: se eu não perdoo, parece que não tenho o direito de ser perdoado ou não entendi o que significa o fato de que nosso Senhor me perdoou”.

“Os discípulos, escutando estas coisas, pediram ao Senhor: ‘Aumenta a nossa fé’. Sem a fé não podemos viver sem causar escândalo; a fé que recebemos, a fé em um Pai misericordioso, em um Filho que deu a vida por nós, em um Espírito que está dentro de nós e nos ajuda a crescer; a fé na Igreja, a fé no povo de Deus, batizado e santo”.

“E a fé é um presente. Ninguém pode receber a fé pelos livros ou indo a conferências. A fé é um presente de Deus e por isso os apóstolos pedem a Jesus: ‘Aumenta a nossa fé’”.

Fonte: Zenit.org/Pt

Print This Post