Rua: São Francisco Xavier, 75 - Tijuca - Rio de Janeiro, RJ
21 2234-2094 ou 21 2234-2095 / paroquiasfxavier@yahoo.com.br

A Missa com a bênção da relíquia

Em 1614, após 62 anos de sua morte, o braço direito do jesuíta Francisco Xavier, responsável por centenas/milhares

Relíquia de São Francisco Xavier (Igreja de São José Macau) - Foto John Hill

Relíquia de São Francisco Xavier (Igreja de São José Macau) – Foto John Hill

de batismos e curas, foi amputado do cadáver em Goa como relíquia e levado para a igreja dos jesuítas em Roma. Faria parte de seu processo de beatificação.  O úmero (osso longo superior) foi retirado do braço e levado para a Igreja de São Francisco Xavier em Coloane e daí para a Igreja de São José em Macau, onde se encontra em exposição até hoje.

Em 1952, a comunidade católica de Malaca decidiu doar uma estátua em mármore de São Francisco Xavier e colocá-la em frente das ruínas da Igreja de Madre de Deus.  Assim, comemoraram a passagem de 400 anos do jesuíta por lá. Hoje, ao observar o monumento, verifica-se a falta de parte do braço direito do santo.

Eis a razão:

A escultura de São Francisco Xavier foi instalada no local, quando, no dia seguinte, ocorreu um forte temporal que provocou a queda de uma pesada árvore sobre ela, arrancando, parcialmente, o braço direito e assim foi deixado até os dias de hoje.

Possivelmente, uma prova de que o céu desejava chamar a atenção para seu corpo sepultado na igreja onde o santo se encontra sem o braço direito.

Nossa paróquia possui um fragmento ósseo do referido braço que é exibido, mensalmente, todo o dia 3 (três) de cada mês na missa de cura, quando é realizada a benção com a relíquia mencionada.

Colaboração: Ubirajara de Carvalho (Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão e Membro do Apostolado da Oração).

Print This Post