Rua: São Francisco Xavier, 75 - Tijuca - Rio de Janeiro, RJ
21 2234-2094 ou 21 2234-2095 / paroquiasfxavier@yahoo.com.br

A Fortaleza de Mormugão

mormugaõQuando a frota transportando Francisco Xavier chegou na costa ocidental da Índia em 6 de maio de 1542, Martin Afonso de Souza, precavido, tratou de garantir um desembarque seguro e optou por desembarcar na fortaleza portuguesa de Mormugão localizada na foz do rio Zuari, cerca de 14 quilômetros de Goa.  Ao longo dos anos, os sultões de Bijapur e os holandeses atacaram a fortaleza várias vezes sem sucesso. Acontece que a difusão do bom êxito da missão em razão do árduo trabalho do santo sacerdote por toda a Ásia, extrapolou fronteiras e, com o fim de perpetuar a memória do local, os portugueses construíram uma capela às margens do rio, em frente da fortaleza e dedicada ao santo e no exato local onde o jesuíta colocou os pés pela primeira vez na Índia. A capela não resistiu aos séculos, porém existiu no local denominado Porta do Cais um nicho com a imagem do santo  que foi muito venerada pelo povo católico da região.

Comenta-se até hoje, que numa das várias tentativas holandesas de invasão, um soldado português estava de plantão quando os canhões foram apontados para a fortaleza. Prevendo o pior o soldado invocou em alta voz Francisco Xavier e as balas ricochetearam, deixando as marcas na porta como vestígio do milagre.

Entretanto, dentro da fortaleza existe uma capelinha dedicada ao santo e construída séculos depois onde é pranteado o jesuíta. Em 1683, na eminência de derrota no embate contra as forças de Maratha, o vice-rei Francisco Távora transferiu a sede do governo para a fortaleza, mas o isolamento o obrigou a voltar para Goa. A singela fortaleza de então é hoje um importante porto e terminal ferroviário.

colaboração: Ubirajara de Carvalho (MESC e Membro do Apostolado da Oração).

Print This Post